Como Evitar Ejaculação Precoce Naturalmente – Causas e Sintomas

Controlar a ejaculação precoce para prolongar a duração da relação sexual é o desejo de muitos homens, até mesmo aqueles que não sofrem nenhum tipo de problema que possa prejudicar sua performance durante o sexo.

A ejaculação precoce ocorre quando um homem tem um orgasmo mais cedo do que é esperado durante uma relação sexual. Se isso ocorrer uma vez ou outra, você não deve se preocupar, mas se for um problema contínuo, é necessário buscar um médico.

Se você sofre de ejaculação precoce, não deve se preocupar, pois ela se trata de um problema comum. Estima-se que um em cada três homens possuem ejaculação precoce.O que muitos homens que sofrem deste problema não sabem é que a ejaculação está associada ao estresse e a tensão muscular.

Portanto, buscar fazer atividades físicas que possam aliviar o estresse e a tensão muscular, como ioga, alongamento, pilates ou uma simples caminhada pode ajudar a diminuir a ansiedade e prolongar a duração da relação sexual.

Além do mais você deve permitir que sua companheira faça uma massagem em todo o corpo, com toques em seu estomago, coxas e outras áreas que possam estimular a sensação de alívio a ansiedade. Você deve aprender a lidar com o seu corpo vulnerável e exposto para reduzir a ansiedade.

A masturbação ajuda a controlar a ejaculação, mas é necessário treinar. De acordo com estudos, a masturbação deve ser praticada até chegar ao orgasmo e então, o homem deve parar de se estimular.

Isso ajuda o corpo e a mente prolongarem a fase de excitação, além de melhorar a sua autoconfiança na cama. Outro fator que influencia muito na velocidade da ejaculação trata-se da posição sexual.

Por isso, prefira posturas que ajudem a diminuir a tensão, como por exemplo, manter a parceira por cima. Não utilize cremes que prometem reduzir a sensibilidade durante as relações, pois de fato não resolvem o problema e podem atrapalhar o prazer.

Causas da Ejaculação Precoce

Não se sabe ainda com exatidão o que causa a ejaculação precoce, mas os médicos acreditam que se trata de fatores psicológicos e biológicos. Alguns dos fatores envolvidos são:

A disfunção erétil, que é um problema em quem o homem não consegue manter uma ereção, como o medo de perder a ereção que pode levar o homem a ejaculação precoce.

O estresse ou qualquer outra instabilidade emocional ou mental que possa desconcentrar e impedir o relaxamento, como a ansiedade, problemas de relacionamentos, uso de medicamentos como psicotrópicos, o uso de cigarros, níveis hormonais acima do normal, níveis de neurotransmissores acima do normal, atividade anormal do sistema ejaculatório, distúrbios da tireoide, inflamação ou infecção na próstata e na uretra, fatores genéticos, danos em sistema nervosos causas por conta de cirurgias ou de experiências traumáticas.

Sintomas da Ejaculação Precoce

O primeiro sintoma da ejaculação precoce é quando a ejaculação ocorre antes do que é esperado. No entanto, isso pode acontecer em qualquer situação, em especial, na masturbação. Os médicos classificam a ejaculação precoce em primárias e secundárias.

A primeira se caracteriza por problemas decorrentes de toda a vida do paciente, como a disfunção erétil que foi citada acima, frustração ou estresse.

A ejaculação secundária é causada o homem apresenta os mesmos sintomas na ejaculação secundária, só que esses sintomas não são constantes e ocorrem de vez em quando. Se a ejaculação precoce ocorrer uma vez ou outra, não é motivo para se preocupar.

Talvez o seu problema nem seja a ejaculação precoce. A média de ejaculação normal é de aproximadamente cinco minutos. A ejaculação é considerada precoce quando acontece no primeiro minuto da relação sexual ou antes mesmo de dar início a ela.

Quando for consultar um médico, aproveite para tirar todas as suas dúvidas, busque descrever todos os sintomas e converse com o seu médico sobre as opções de tratamento. É comum se sentir constrangido em falar sobre problemas sexuais com outras pessoas, mas saiba que o médico não vai te julgar por isso, para ele é mais do que comum se deparar com situações iguais. Lembre-se que a ejaculação precoce é um problema comum e que possui tratamento.

A conversa com o médico é feita com base em uma série de perguntas, e logo após ele faz um diagnóstico, junto com um exame físico completo e uma coisa mais profunda sobre a sua saúde e sobre práticas cotidianas que você possui.

Se você apresentar ejaculação precoce e ao mesmo tempo possuir disfunção erétil, o médico poderá pedir alguns exames de sangue para conferir os níveis de testosterona em sua corrente sanguínea.
Ele pode indicar um tratamento adequado para você, como uma psicoterapia, o uso de alguns medicamentos e uma terapia sexual.

Em alguns casos mais extremos, a combinação de todos os tratamentos citados acima poderá ter um resultado melhor.

Dê o seu voto para esse Artigo! O que achou?

Links Recomendados: