Como Deixar Um Homem Apaixonado e Louco Por Você: Do Zero Ao Beijo

Qual a melhor forma para deixar um homem loucamente apaixonado por mim?

 Quando se trata de fazer alguém se apaixonar por você, não há uma receita de bolo. Cada homem preza individualmente por certos aspectos diferentes em uma mulher. Essa história de “todo homem é igual”, apesar de conveniente, é uma mentira que costumamos acreditar – principalmente depois de termos experiências ruins – depois de tanto ouvi-la.

Assim, para tornar esse conteúdo mais didático, vamos lhe dar algumas dicas de como perceber o que o seu pretendente pode estar procurando não só em um relacionamento, mas em você e de que passos tomar após tal descobrimento.

Ter Confiança em si mesma

Primeiramente, é importante ressaltarmos que nada é melhor como um primeiro passo do que você ter confiança em si mesma: não importa a sua aparência, não importa seu jeito de ser, mesmo que você seja a Megan Fox, se você não tiver confiança em si mesma, você nunca será capaz de tomar o primeiro passo necessário para demonstrar seu interesse em algum homem.

O importante é você reconhecer seus pontos fortes e tentar explorá-los a seu favor, mas também reconhecer os pontos que você pode melhorar:

Mas não apenas para conquistar o seu “crush”, mas também para se tornar uma versão de si que, além de autêntica, deixará você feliz com quem você é. Não adianta se mudar inteira para conquistar alguém porque, no fim, mesmo se você for bem sucedida você se sentirá, de certa forma, insatisfeita consigo mesma.

Aprenda a reconhecer seus pontos fortes

Agora vamos desenvolver melhor o que mencionamos no parágrafo anterior: aprenda a reconhecer seus fortes. Tome um tempo para olhar para dentro e fora de si mesma e veja quais são os aspectos que você mais aprecia em si. Além disso, tente lembrar o que as pessoas mais costumam elogiar em você, caso esteja com dificuldade de distinguir seus fortes por si mesma.

Então, tome esses aspectos como os pontos-chaves de sua conquista: se você é engraçada, aprenda a usar o humor a seu favor; se você é inteligente, aprenda como surpreender seu pretendente revelando algo que você acha interessante; se você acha que seu forte é alguma parte do seu exterior, como seu sorriso, sorria para quem você quer conquistar com uma certa frequência e daí por diante.

Vamos enfatizar apenas uma ressalva em relação à conquistar o boy com aspectos físicos:

Por mais que você possa ser uma gata – algo que você também deve acreditar para investir na sua confiança ao conquistá-lo – entenda que não é apenas pela aparência que você vai conquistar um relacionamento verdadeiro e duradouro. Se você está à procura de alguém com quem possa ter algum comprometimento sério, preste atenção também nas suas ações, porque nenhum relacionamento feliz será feito apenas de aparências.

Agora vamos aos aspectos negativos:

Assim como aconselhamos a olhar para si mesma a procura de qualidades, também faça essa autorreflexão em busca de defeitos. Importante: não fique listando várias e várias coisas que você gostaria de mudar em si. É normal termos uma certa insegurança em relação ao nosso comportamento e aos nossos corpos, mas não podemos deixar que isso se torne um mar de negatividade, isso só vai a distanciar do seu pretendente.

Liste coisas que de fato são negativas: não pare para anotar sobre aqueles quilinhos a mais ou sobre como você gostaria que seus olhos fossem azuis em vez de castanho, estamos falando de defeitos reais, como ser muito impaciente ou rude, por exemplo. Assim que reconheceu seus reais defeitos, tente pensar em como amenizá-los. A chave para o sucesso é não esperar eliminar todos seus defeitos se tornando perfeita, mas sim amenizá-los para se tornar a melhor versão – possível – de si.

Ditos todos os aspectos mais específicos e íntimos que mais interferem em uma conquista, vamos dar dicas mais gerais de como demonstrar seu interesse em um homem. O que falaremos a seguir pode soar clichê e “batido”, mas são aspectos tão óbvios que muitas vezes deixamos passar despercebidos ou não o fazemos na frequência ou maneira que deveriam ser feitos.

Então, explicaremos todos os tópicos da forma mais detalhada possível para deixar claro e didático o que você deve fazer para mostrar que você gosta e quer ter algo com o seu cara sortudo.:)

Invista em contato visual, sorrisos e toques sutis Para Deixá-lo Apaixonado

Algo que muitas mulheres têm dificuldade em fazer – especialmente as tímidas – é manter um contato visual com o homem desejado, mas sem parecer algo forçado.

Estudos já revelaram que se você olhar nos olhos de alguma pessoa por – em média – 3 segundos e tiver suas pupilas dilatadas, é um indício de que você se sente atraída por ela. Você pode ser linda por completo, mas os olhos são a chave inicial para uma conquista. Como já dizia o ditado: os olhos são as janelas para a alma.

Sempre que estiver perto do seu “homem desejado”, mantenha contato visual SUTIL- nada de ficar o encarando sem parar enquanto ele faz qualquer coisa, isso será visto como algo estranho. Olhe-o um pouco e quando sentir que ele está olhando de volta para você, mantenha contato visual por no máximo três segundos, sorria e olhe para outra direção; assim, você demonstrará que estava prestando atenção nele, mas sem ser de forma exagerada. Não queremos que ele pense que você é uma stalker (perseguidora).

Ainda nesse tópico, vamos abordar uma outra grande ferramenta de demonstração de interesse: toques sutis. Quando você tiver conversando com o cara que você gosta, lembre-se de, de vez em quando, tocá-lo sutilmente em locais mais “impessoais”: nos seus ombros, joelhos, braços e mãos principalmente.

Tome cuidado para não fazer isso demais ou em momentos estranhos, preste atenção no que a “atmosfera” está dizendo para você fazer. Se vocês estão em algum lugar sozinhos e ele lhe conta alguma piada, por exemplo, tente sorrir e tocar no seu ombro por alguns – pouquíssimos – segundos. Ele vai perceber que você está confortável em ficar perto dele e, assim, ficará mais fácil de entender seus outros sinais.

Todavia, precisamos ressaltar que tem uma coisa que você precisa entender desde já: ninguém chega a lugar algum sem esforço, e na arte da conquista isso não é nem um pouco diferente. Você deve estabelecer uma meta principal que será dividida em etapas (depois entraremos em maiores detalhes), nunca podendo a deixar de lado durante esse processo, ela vai a diferenciar da maioria das pessoas: a “iniciativa“.

Essa é de longe uma das tarefas mais difíceis, mas não dá para saber se vai dar certo se não tentar: você precisa arriscar utilizar de todas as artimanhas que serão ensinadas aqui, prestando atenção também se as utilizou do modo certo, no momento certo.

É muito comum nos depararmos com algumas pessoas se questionando sobre situações imaginárias que nem sequer tentaram conquistar na prática.

Por exemplo, dizendo coisas como: “nossa, queria muito que aquela pessoa me notasse/gostasse de mim”, sem ter feito um pingo de esforço para conquistar o que deseja. Essa é a famosa “zona de conforto”, uma parte da mente de todo ser humano – que pode estar regendo mais ou menos o comportamento das pessoas – que nos bota numa categoria sempre mediana, por ser aquela vozinha sussurrando no nosso ouvido “é mais fácil deixar como está” “não vai adiantar nada tentar, no fim sabemos que não vai dar certo”, entre outros.

Não se deixe limitar e desencorajar! Só porque essa vozinha está tentando a colocar para baixo, isso não significa que as coisas de fato vão dar errado, na verdade, você tem tudo para fazer as coisas darem certo.

Junto a iniciativa você vai precisar de um suporte para avançar com essa “ideia-base”, algo que a sustente, algo que a dê forças quando achar que você não é o suficiente ou que não está indo como deveria. E é ai que entra um outro artefato valiosíssimo e indispensável para a conquista de qualquer coisa que você possa imaginar: a “determinação“.

A determinação é aquele friozinho na barriga que levanta-nos e nos faz sentir simplesmente a vontade de ir – por mais arriscado e difícil que seja – e não olhar para trás, continuar com aquela ideia – importante ressaltarmos que de forma saudável- até finalmente ter mérito e conseguir o que tanto deseja.

Com a união desses dois atributos você certamente já estaria quase que totalmente preparada para começar a pôr tudo em prática, mas existe ainda um “ás” na manga que vai a ajudar – e muito – a seguir nessa jornada que já mencionamos anteriormente: a “autoconfiança“.

Uma das coisas que mais atraem uma pessoa, independente do sexo, da idade e da personalidade – mesmo que não notem diretamente – é a autoconfiança. Passar confiança é fundamental. Sentir que você tem controle do que faz, que não se arrependerá caso falhe e ter uma postura de “liderança“.

Talvez essas características sejam mais importantes do que qualquer outra coisa que você possa oferecer – lembre-se, não estamos falando que apenas elas a garantirão a conquista de quem deseja, mas sim que esses fatores vão a colocar numa posição de vantagem na hora de investir nos demais passos. Se não houver uma união dessa tríplice é capaz que, mesmo com as próximas dicas sendo aplicadas de forma impecável, você não consiga ter êxito nessa sua “missão”, então preste bastante atenção nela.

Como mencionamos a importância de tais atributos, achamos razoável falarmos sobre cada um deles separadamente, para deixar da forma mais clara possível.

Tenha a Iniciativa Para Deixá-lo louco Por Você

A iniciativa é adquirida através de coragem: você deve ter coragem e enfrentar o desafio que está a sua frente. Você não quer essa pessoa? Então vá tê-la, faça com que ela não consiga não reparar em você.

Para isso, busque métodos de ficar próxima dessa pessoa, procure oportunidades, ou crie elas. Já no quesito determinação, é necessário enxergar que desistir não é uma opção. Você tem apenas 2 escolhas para seguir: a primeira é deixar tudo para trás e ter a certeza que não ganhará nada e a segunda é arriscar, continuar seguindo em frente, sabendo que apesar de existirem chances de não dar certo, também existem grandes chances de dar.

Por último, a autoconfiança é um fator muito intrapessoal, você precisa se convencer de que é boa – de preferência não só boa, ótima! -, que tem o controle da situação e que pode estar com aquela pessoa. Afinal, ele que será o sortudo, não você.

Vamos retomar outra questão que não foi bem explorada, mas que merece um destaque: a proximidade. É muito importante mostrar que você tem interesse pela pessoa – mas sem ser de forma exagerada – e as vezes até mesmo ter coragem de tomar algumas atitudes mais diretas. Não adianta ter aquela ideia do passado que é o homem que deve ir até a mulher e que você apenas ficará sentada esperando.

Vá e demonstre que se interessa por ele! Para ser capaz de demonstrar, você pode usar as técnicas que já mencionamos, ou até mesmo utilizar de algumas mais óbvias – e diretas -, como mandar algumas “indiretas” para a pessoa, insinuando os seus sentimentos por ele.

Entretanto, lembre-se sempre de nunca apressar demais as coisas; por mais entusiasmada que esteja, não saia de si, nunca perca o controle e exagere nas doses. Não se esqueça que você está indicando interesse na pessoa, não que já está com ela – ou ainda pior, misturar interesse com uma certa obsessão.

Não vai ser com certa “brutalidade” que você vai conseguir chegar a algum lugar.

Aproveitando-nos do tópico anterior, vamos ressaltar um erro muito comum que observamos nas tentativas – malsucedidas – de conquistar uma pessoa: a bajulação excessiva deve ser evitada a todo custo! Isso porque ela pode ser vista como sinônimo de insegurança, instabilidade emocional e, até mesmo, de uma certa “obsessão estranha” pela pessoa.

Não precisamos explicar muito para ser claro que tais aspectos são extremamente indesejáveis na hora de se relacionar com alguém. Mostre interesse e não necessidade. Nunca se esqueça que você não precisa da pessoa, você apenas QUER estar com ela. Criar dependência só a levará a um caminho de fracasso, tristeza e, em alguns casos mais severos, distúrbios como depressão e ansiedade que a prejudicarão – e muito – no futuro.

Você é melhor que isso, não afunde por alguém que nem andaria na beirada por você.

Outra dica que podemos dar que é muito importante é você procurar pessoas que tenham laços com ele. Assim, ficará mais fácil de você saber mais sobre seu pretendente e, também, conseguir tirar algumas informações – cuidadosamente – que possam indicar se ele sente o mesmo por você – por exemplo, um amigo seu que também o conheça. É sempre útil contar com essas pessoas para se aproximar de forma mais segura de quem você gosta.

Até “onde” você já evoluiu nessa estrada, na tentativa de deixá-lo apaixonado por você?

Depois de darmos esses primeiros passos básicos, devemos tirar um momento para outra autorreflexão, com uma pergunta-chave que você deve se fazer de vez em quando: até “onde” você já evoluiu nessa estrada?

Assim, suas metas – e por consequência suas conquistas – se tornam mais claras e objetivas.

Daremos um exemplo prático disso:

Se você já é amiga dessa pessoa, você está passos a frente do que se você fosse uma “mera” desconhecida – não estamos aqui para dificultar o processo, precisamos deixar claro o que fazer na situação que você se encontra.

Então, para maior efetividade, identifique “onde” você está em relação a pessoa e saiba tirar proveito disso.

Se já é uma amiga, tente sair mais – e talvez em lugares com uma atmosfera diferente – com a pessoa. Chegue mais perto dele, seja mais ativa na sua vida. Agora, se você é apenas uma desconhecida, aprenda a se inserir no mundo dele, como ser alguém importante para aquela pessoa.

Procure o conhecer melhor, comece a ter conversas mais “profundas” e tente ir se aproximando – obviamente que com sutileza. Não jogue na cara logo na primeira conversa que você está afim dele, pois isso não adiantará de nada, você vai apenas dar a oportunidade da pessoa tirar proveito da situação ou simplesmente correr para longe de você.

Ainda no mérito da sua evolução, para não acabar estagnada no meio do processo, preste atenção em não perder oportunidades. Aprenda a ir criando, aos poucos, uma ponte cada vez mais sólida entre você e ele. Procure interesses ou aspectos em comum e aprenda a lidar, também, com as diferenças, pois estas existem em qualquer pessoa que você encontrar.

Mostre-se disposta a ajudá-lo, sempre esteja lá quando ele precisar de alguém – mesmo que seja como um ombro amigo a princípio -, fazendo com que sempre que ele estiver mal saiba que você estará lá para animá-lo, como se fosse seu maior conforto – um porto seguro. Mas não se esqueça que para isso, você precisa saber como ter uma certa proximidade e vínculo com ele.

A Reviravolta Para Deixá-lo louco Por Você – Desapareça da vida dele por um período de tempo

Depois de todos esses passos, vamos lhe dar um conselho que, inicialmente, parecerá contraditório com tudo o que a aconselhamos a fazer até agora, mas no futuro será de extrema ajuda para uma “reviravolta”.

Após estar sempre lá para ele, sair com ele com uma certa frequência, confortá-lo quando ele se sentia deprimido e em todos os seus momentos difíceis, demonstrar certo interesse no que ele gosta, no que ele faz e, enfim, nele em si, você precisará “desaparecer” por um tempo.

Não dê justificativas, não tente inventar uma desculpa do porquê estará ausente, apenas dê uma “sumida” sem algum motivo aparente. Também não conte aos amigos dele, caso tenha contato com eles, que está fazendo isso de propósito, aja da forma mais natural possível.

Obviamente, se você seguiu todos os passos anteriores de forma bem sucedida, seu pretendente ficará confuso com a sua súbita ausência. Afinal, cadê a garota que estava sempre lá para perguntar como foi seu dia? Para compartilhar coisas engraçadas ou coisas em comum? Para saírem juntos? Para ajudá-lo em seus momentos difíceis?

É basicamente impossível que ele não sinta sua falta, por mais que ele possa ser “frio” ou não estar ainda apaixonado por você: é um “truque” infalível, pois você criará nele um hábito de a ter por perto todos os dias, de conversar sobre tudo o que ele quiser, de ter o seu “porto seguro”; e como qualquer hábito, caso quebrado subitamente, haverá um grande estranhamento.

É muito provável que, caso vocês tenham amigos em comum, ele vá procurá-los para perguntar sobre você. “Ela está bem? Aconteceu algo? Você sabe se ela está brava ou chateada comigo?”.

E, como já a orientamos, seus amigos não notarão nenhuma diferença no seu comportamento e vão provavelmente responder “ela está como sempre”, “ela não parou de falar comigo”, “ela não me parece triste”, etc.

Isso pode parecer negativo, mas, acredite, não é.

Ele se sentirá ainda mais confuso a partir daí e começará a se questionar da importância que ele tem na sua vida: “será que eu realmente era importante para ela?”, “pensei, inclusive, que talvez ela gostasse de mim…” “Isso parece muito estranho…” e isso só o fará pensar mais e mais em você.

E é exatamente isso o que queríamos:

Tornar você um pensamento constante na mente dele. Pelo período de tempo que você “desaparecer”, muito provavelmente se tornará um pensamento na cabeça dele. A essência dessa “tática” é fazer com que ele, involuntariamente, comece a refletir mais sobre a relação de vocês dois, o que, muitas vezes, pode o levar a começar a considerar sentimentos mais profundos e, talvez, mais “românticos”.

Entenda:

Só porque você sumiu não quer dizer que ele instantaneamente se apaixonará por você, mas isso o fará pensar sobre você de uma forma mais atenta, o que ajuda na hora da conquista. Como diz o ditado:

“só damos valor depois que perdemos”.

Qual é o tempo ideal para ficar afastada Para que funcione e ele fique apaixonado e sinta minha falta?

Porém, é de extrema importância chamarmos a sua atenção para o período de tempo que você estará ausente.

Não desapareça por meio ano e depois, do nada, reapareça na vida dele;Feito dessa forma a tática não irá funcionar.

Você precisa calcular precisamente o quanto de tempo será necessário para ele sentir sua falta, mas não se acostumar com não ter você na vida dele, crie um certo equilíbrio: nem alguns dias, mas também não alguns meses. Não há uma “receita de bolo” para isso, mas para ajudá-la podemos dizer que uma média de 15 à 20 dias já está de bom tamanho.

Após o período que indicamos chegou o momento de você voltar, mas tenha em mente uma coisa:

Você não está retornando para continuar o mesmo tipo de relação que vocês estavam tendo antes, não agirá apenas como sua amiga, mas sim deixará mais explícito seu interesse romântico nele.Não se esqueça de fazer isso de forma sutil e respeitosa, o que você menos deverá fazer nesse momento de “reviravolta” é passar a imagem de alguém metida, egoísta e/ou prepotente.

Volte lentamente, talvez com algumas mensagens no “chat”.

Não tenha receio em dizer que tem vontade de passar um tempo juntos ou que gostaria de falar mais com ele. Na cabeça do seu pretendente, muito provavelmente terá um “estalo” – caso ele esteja interessado em você – a dizendo que ele não pode “perdê-la” dessa vez.

Nessa parte você precisa finalmente demonstrar que está interessada:

Além de usar tudo o que a foi aconselhado até aqui, tente – aos poucos – investir em atitudes mais óbvias e diretas. Tenha determinação de que tudo dará certo: vá e faça dar certo. Não tenha medo de errar nessa hora, muito provavelmente a pessoa já vai estar “na mesma página”, caso ela sinta atração por você. Quem sabe agora não seria a hora perfeita de tentar criar oportunidades ou até mesmo buscar um primeiro beijo?

Pense muito bem sobre: onde seria o melhor lugar para isso? E por que seria esse o lugar?

Organize-se e, claro, pense em como fazer isso acontecer. Se você tiver sorte talvez ele já busque esse “contato” mais próximo por si só, mas caso não o faça, não tenha medo de convidá-lo para sair.

Tente não escolher locais ou situações muito clichês: além de pegar mal para um “primeiro” encontro – no sentido de ser o primeiro encontro que poderá marcar o início da sua relação -, caso ele não esteja interessado, só tornará a situação constrangedora e difícil de “disfarçar”.

Pense o seguinte: até agora você provavelmente deve saber – relativamente – bastante sobre ele, ou pelo menos o suficiente para saber algum lugar onde os dois gostariam de estar juntos. Ele gosta de um lugar mais natural, como um parque ou uma praia? Ou algo mais descontraído, como algum lugar de jogos?

Após tomar a decisão, marque o encontro sem medo, é muito provável que se ele aceite, ele já estará ciente dos seus sentimentos e estará de acordo com eles. Chegando próximo à data, não se desespere. Faça um pequeno “roteiro” do dia: saiba para onde vão, o que farão, como você irá agir na frente dele, etc.

O mais importante é você manter em mente que deve controlar seu medo e ansiedade. Passo básico: autoconfiança, lembra? Até porque você trabalhou duro para checar até aqui, não estrague tudo no momento mais decisivo.

Não há o que temer, é só mais uma das diversas vezes que você marcará de fazer algo com ele. O pior que pode acontecer é ele falar que só a vê como uma amiga – coisa que você ainda é -, então isso não mudará nada na sua vida. O não é uma certeza, mas se você nunca tentar, nunca terá a dádiva do sim!

Além do mais, após todo esse processo, se ele de fato demonstrou sentir sua falta é muito provável que ele também esteja interessado em algo mais. Nossa última ressalva em relação a isso é:

Um “fora” não é motivo de vergonha e sim um aprendizado.

A cada 10 “não”s você receberá 1 sim, mas esse sim valerá por 10, porque ele será o resultado de todos os esforços e experiências negativas que você teve que passar para chegar até aqui.

Finalmente o dia chegou, prepare-se e não pense em “fracasso” em momento algum, você está lá para ganhar o coração dele! Tome todas as medidas que julgar necessárias: se achar que precisa, use uma roupa bonita, passe maquiagem, veja algumas piadas que você gostaria de contar, jogos que os dois gostam…

Enfim, invista em criar um momento especial não só para ele, mas também – e especialmente – para você. Vá com calma, não tente o beijar ou ficar forçando a barra nos primeiros 10 minutos que você o reencontrar.

É normal sentir saudade depois de todo o tempo sem se falar, mas você tem que esperar um momento adequado para se aproximar, afinal, seu primeiro beijo com ele pode estar a sua espera.

Deixando ele apaixonado: A hora certa de beijá-lo no encontro

A oportunidade para se ter um beijo muitas vezes deve ser “criada”, vamos explicar melhor:

As chances de você conseguir um beijo num ambiente especial, quieto e sem muitas pessoas – de preferência só com os dois – é muito maior do que no meio de um shopping, por exemplo. Muitas vezes algum dos dois pode ser tímido ou, mesmo que não sejam, é sempre melhor compartilhar esses momentos da forma mais íntima possível.

Antes de beijá-lo é muito provável que você fique perto dele, talvez o toque em seu ombro, segure sua mão, faça carinho no seu braço…

Por isso, quanto menos pessoas olhando, mais romântico e íntimo será, aumentando suas chances consideravelmente. E, caso ele não esteja interessado, é melhor para conversarem melhor sem passar vergonha depois.

Se você conseguir beijá-lo nesse momento: parabéns! Já teve sucesso em sua missão. Mas, caso não consiga, saiba que outras oportunidades surgirão – só não as perca. Não desista só porque vocês não se beijaram em seu primeiro encontro. Muitas vezes, principalmente se o seu pretendente é tímido ou se as oportunidades não surgirem de cara, isso só acontecerá no segundo, terceiro ou quarto encontro.

Se depois de mais de 5 encontros isso não acontecer, não tenha medo de perguntar diretamente sobre o que ele sente por você.

A experiência do beijo pode levar algum tempo, mas se ele lhe der motivos para acreditar que ele gosta de você, seja paciente e não desista. Porém, se estiver claro que ele não a vê dessa maneira, não insista.

Isso poderá arruinar sua amizade ou, mesmo que isso não se aconteça ou você não se importe, também pode tornar as coisas desconfortáveis. Além do mais, não adianta insistir em um jogo perdido.

Por mais que seja frustrante e triste, é preciso ter consciência de que nem sempre as coisas acontecem como desejamos.

Outra ideia que você precisa ter de forma clara em sua mente é: você quer que isso não passe de alguns beijos ou quer ter algo mais sério com ele, como um namoro, por exemplo?

É muito importante você saber das suas próprias intenções e vontades antes de instigar algo além de uma amizade. Muitas vezes ele pode estar com uma ideia completamente diferente na cabeça ao lhe beijar.

Caso você não queira nada sério, corre o risco de fazer ele se apaixonar e não “largar mais” do seu pé – e nunca é legal iludir uma pessoa, é preferível que você deixe claro desde o início. E se você quiser ele como seu namorado, precisa também ter em mente que as vezes ele não está à procura de um relacionamento, então você deve se monitorar para não criar expectativas além do que ele pode lhe dar.

Depois do primeiro beijo, é muito provável que vocês dois se encontrem num “limbo” entre amizade e namoro. Popularmente é o que chamam de “ficar”. Trata-se de uma experiência transitória que muitos casais modernos passam que serve para ambas as partes poderem ver como é se relacionar romanticamente com a outra. Não se preocupe se a princípio ele parecer ter receio em assumir um namoro logo de cara.

Todavia, é importante você também não ficar nessa situação por muito tempo, pois como dissemos ela é transitória. Caso você perceba que ele não é o que você queria, parta para outra. Caso você ache que ele está a enrolando, tenha pé firme e diga que não quer continuar nessa situação. Nunca tenha medo de expor o que você sente, pois vocês serão um casal, então qualquer destino que tomem estará nas mãos dos dois. Não alimente relacionamentos infrutíferos, isso só causará mais e mais sofrimento com o passar do tempo.

Ambos precisam mostrar o que sentem e, caso queiram algo sério, precisam provar que estão dispostos a se esforçar pelo outro.

Usaremos a analogia de uma gangorra:

Não adianta apenas um dos dois correr para o outro lado, a gangorra penderá mais para um lado e cairá, vocês precisam caminhar em direção um do outro simultaneamente – ou seja, ambos precisam de dedicar no relacionamento para ele dar certo. Será um momento crítico para ambos provarem o seu valor.

Mostre para ele o quão especial você é, não ache que depois de beijá-lo o processo da conquista teve seu fim: você se esforçou muito até agora, mas não deixe de mostrar sempre suas qualidades e sentimentos positivos – não que isso vá ser um desafio para você depois de tudo que fez para chegar até aqui, na verdade, dessa vez ele que terá que mostrar que é o homem que você queria ao seu lado.

De fato, por mais que não seja a fase mais desafiadora, com certeza é a mais instável.

Vocês não tem de fato um compromisso um com o outro e, por isso, a qualquer momento um dos lados pode simplesmente “desistir” a qualquer momento. Mas, caso você esteja apaixonada por ele, não deixe isso acontecer. Tente mostrar sempre o lado positivo das coisas, mesmo em situações como brigas. Não jogue tudo para os ares no primeiro desentendimento, relembre-o de experiências boas que ambos tiveram juntos e de como foi ruim o período no qual vocês ficaram separados.

Outra coisa que está se tornando cada vez mais comum hoje em dia seria relacionamentos “abertos”.

Então outro cuidado que a sugerimos é:

Deixe claro o tipo de relacionamento que você quer ter com ele, nunca deixe brechas para desentendimentos! Afinal, se você quer se dedicar somente ao seu relacionamento com ele, nada será mais desagradável do que descobrir que alguém anda “pulando a cerca” sem você saber.

Confiança é a base para o relacionamento, então, não esqueça de deixar claro o que espera dele e que, caso ele não respeite isso, você não aceitará tal desrespeito. Você vale mais que isso.

Nunca se esqueça que, por mais que você tenha chegado desde desconhecidos ao primeiro beijo – e talvez além disso -, que você sempre pode recomeçar com outra pessoa caso o seu cavaleiro se mostre, na verdade, um babaca.

Mas faça isso sem arrependimentos, porque no fim, você atingiu seu objetivo: conquistar o homem que você queria. Só isso já ajudará na sua autoconfiança e a levará a ter mais facilidade em conquistas futuras.

Concluindo o guia de como deixar um homem apaixonado por você

Por fim, após estabelecer sua meta com essa pessoa, seja feliz antes e acima de tudo! Saiba que você já teve um grande sucesso indo de uma simples amiga – ou até desconhecida- ao seu beijo com essa pessoa. Agora, apenas o destino realmente dirá se vocês ficarão juntos ou não, ou melhor, o esforço de vocês.

Nunca se esqueça de pensar muito bem em cada pequeno passo que tomará nesse processo e pense melhor ainda quando estiver decidindo que futuro quer ter com ele. Como já dissemos, você não vai querer passar anos ao lado de alguém que não está “nem aí” para você. Independente do que aconteça, apenas continue sempre em frente – por mais que tenha tropeços ou até a necessidade de recomeçar.

Por mais que esse seja um guia de “romance”, ele pode ser aplicado em vários aspectos e esferas de relacionamento na sua vida pessoal e até profissional, pois várias etapas dele são sobre se “auto motivar“, então não tenha medo de recorrer a ele assim que julgar necessário e pro que achar necessário.

Gostou do artigo com dicas de como deixar um homem apaixonado por você?Se sim, então compartilhe com as suas amigas e deixe o seu comentário abaixo dizendo sobre suas experiências com os homens:)

[Ruim] ([Bom]) [Muito Bom] Vote

Links Recomendados: